Guia IndikaBem
Publicado por

Café da manhã

Café da manhã“Amanhã de manhã, vou pedir o café pra nós dois, te fazer um carinho e depois, te envolver em meus braços.

E em meus abraços, na desordem do quarto esperar, lentamente você despertar, e te amar na manhã”

Quem conhece sabe quem escreveu isso, e retrata fielmente, o quanto é gostoso acordar ao lado de quem amamos.

Esse amor que falamos tanto, mas que praticamos pouco, é movido a paixão, loucura, desejo e egoísmo. Sim, egoísmo, pois não admitimos dividir com ninguém a outra metade de nossa laranja. Ficamos com ciúme e raiva, achamos que estamos sendo traídos e passados pra trás, é uma loucura. Agora quando o amor amadurece, fica adulto e responsável, como é gostoso acordar sem pressa e ficar curtindo o nosso parceiro(a). Abraço calado, rostos colados, respiração quase parada, curtindo o cheiro, o calor da pele e o doce sabor de um beijo de bom dia.

De manhã também é mais gostoso, pois estamos nus e crus, isto é, do jeito que viemos ao mundo, sem perfume, maquiagem e roupa chique, só o pijama pra nos separar, do grande desejo que começa a despertar, é de manhã, esqueceram?

Ela(e), olha pro lado, dá um sorriso, seguido de um abraço, e então no compasso do relógio o coração conta os minutos do amanhecer, tenha sol, ou muitas nuvens, nada altera o amor.

Mesmo porque, sabemos que atrás das nuvens, sempre o sol estará brilhando e isto, é igual ao amor.

Saulo já disse, “se eu não tivesse o amor, seria como um sino ruidoso”.

Comer, ir ao cinema, deitar, tomar o café da manhã, encontrar amigos, com alguém que não se quer bem, é um castigo, para ambos.

Muitos permanecem juntos, para evitar a separação de bens, ou para não perder a “mesada”, ou por causa dos filhos, e acaba anulando a sua vida. O amor, exige cumplicidade e comunhão, é um dar e receber sem tamanho e sem tempo, é movido a energia universal, que nasce com a gente e só morre quando o coração diz adeus ao tempo, para renascer mais forte.

Mas voltemos ao café da manhã, ao levantar da cama, com o bem amado, ou benhê, como falamos em casa, arrastar os pés no chão e levar o corpo até o dela(e) e então, forçar o tic-tac bater mais forte. Muitas vezes não há sexo, mas uma grande comunhão de prazer de estar juntos, sem emitir uma palavra.

Nesta maturidade, a paixão que vem como um avião, que arde como fogo e nos queima, está guardada, para mais tarde. O grande segredo do amor, é fazer uma ponte do agora, ligando-nos à eternidade, seria uma ponte estaiada sem fim, iluminada com os raios preservados da explosão deste amor sem fim.

Nossas almas são gêmeas e nosso corpo é uno, pois ficamos horas abraçados na cama, passou o café da manhã, tomamos banho e saímos de mãos dadas, como dois jovens namorados, ainda querendo dizer frases de amor um ao outro, e terminar dizendo: “Te Amo muito”

Amanhã temos outro café da manhã, que bom…

E falando de Amor:

 

DICA Leia Também

Outros artigos de Amor e Sexo

O Rei do Amor

Faça, abaixo, o seu comentário! Sugira um assunto que gostaria que o Supergrandfa abordasse e depois clique no botão COMENTAR !

Fonte Imagem: http://www.movierooms.net/wp-content/uploads/2012/04/Lucky-One-The-600×369.jpg

Reedição 09/12/2012

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS
0 0 142 28 setembro, 2013 Crônicas setembro 28, 2013

Sobre o Autor

Onivaldo Roncatti, empresário, Administrador de Empresas, especialista em Tecnologia da Informação desde 1970, fundador da Business Station e feliz com as conquistas efetudas até hoje. Feliz em ser livre para agir e pensar, feliz por escrever sobre o cotidiano no Indika Bem e feliz pela família e amigos que tem.

Ver mais matérias escritas por Super Grandfa

Facebook Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escolha seu idioma

Busca

Posts Relacionados

SIGA

CURTA

Pinterest
Email
Print
WP Socializer Aakash Web