Compras Publicado por

Os modos de ver, tratar e consumir a beleza feminina na juventude


Atualmente a jovem mulher inicia sua vida de consumo e independência na sociedade mais cedo. É necessário ampliar o mercado, e esta faixa etária torna-se um filão essencial para o crescimento de produtos de higiene e beleza para os cabelos, rosto e corpo em geral, tais como: xampus, maquiagens, cremes, protetores solares e tatuagens. De acordo com o livro O tempo da Beleza , publicado em 2008, por Casotti, Campos e Suarez, elas vivem um período que pode ser delimitado pelo fim da adolescência e pela entrada no mercado de trabalho. Marca o início da vida adulta com a definição profissional, a busca de relações amorosas, a relativação da influência familiar, segundo as autoras: “parece fazer deste um momento emocionalmente intenso, em que a preocupação com a aparência ocupa um lugar central na atenção das mulheres”.

Outro dado significativo foi registrado na pesquisa “Caderno Capricho sobre a Garota Brasileira”, desenvolvida em 2009, pelo núcleo jovem da Abril: Pele do rosto – oleosidade e espinhas são os problemas que mais preocupam as jovens quando o tema é a pele do rosto. E elas já adotam uma rotina de cuidados adultos. Elas usam regularmente: 48% sabonete facial; 40% secativo para espinhas; 39% protetor solar e hidratante para o rosto; 33% esfoliante; 30% demaquilantes e 19% das garotas usam produtos prescritos pelo médico;

Cabelo – é a preocupação número 1 no visual. Se o cabelo não está bom, o humor e a autoestima diminuem e não dá vontade nem de sair de casa. Elas usam regularmente: 54% chapinha; 52% secador; 41% creme para pentear; 35% creme de tratamento e 33% silicone para as pontas;

Maquiagem para o dia-a-dia – elas adoram usar blush, batom, sombras, lápis, delineador, máscara. Esse é o jeito mais rápido, fácil e até mesmo barato de transformar o visual. As jovens brasileiras adotaram o modelo americano, elas usam maquiagem até para ir à escola. 73% usam gloss; 59% usam lápis de olho; 54% usam rímel; 42% usam pó; 40% usam blush e 40% usam base. (fonte: Núcleo Jovem, 2009). De acordo com a pesquisa “O Tempo da Beleza” realizada em 2008 pelas autoras acima citadas, o consumo juvenil está fortemente relacionado com o espelho, pois são vários os momentos e os espaços onde essas mulheres se detêm para observar sua imagem refletida.

Fonte da Imagem: Free New (Créditos e Divulgação)

Share and Enjoy

  • Facebook
  • Twitter
  • Delicious
  • LinkedIn
  • StumbleUpon
  • Add to favorites
  • Email
  • RSS

Tweets @indikabem
  • Almoço num restaurante com pratos de várias regiões no centro histórico de Santana de Parnaíba? A gente #indikabem http://t.co/FxcxjWufih
  • Ótima dica para um delicioso café! Quer saber aonde? http://t.co/svb514Vxnq #indikabem
  • DICA DO DIA: Para o almoço, vai lá e pede o temaki da casa. É uma de-lí-cia! A gente #indikabem! http://t.co/dP93Hnodo5
  • Procurando um bom lugar para tomar o café da manhã? Que tal um delicioso croissant? A gente #indikabem! Aonde? http://t.co/v4hJ3dS5RX
  • DICA DO DIA: Quer apimentar um pouco seus dias de Carnaval? Que tal passar na MimoSexy? A gente #indikabem http://t.co/strjO66m9Z
Pinterest
Email
Print
Dica do dia